segunda-feira, 11 de abril de 2011

GDB 3 - Macedo de Cavaleiros 2

Equipa inicial: Ximena; Pedrinha, Xavier, da Silva e Rui Gil (Jaime); Fabien (Luís Rodrigues), Carlitos (Móbil) e Tiago André; Litcha, Valadares e Badará.

Num lindo dia de sol primaveril, num excelente relvado e um público entusiasta a puxar pelas duas equipas, Bragança e Macedo proporcionaram um excelente jogo de futebol. Nem sempre bem jogado, mas com muita emoção, e resultado incerto até ao apito final do árbitro da partida (a pior das três equipas!!).

Começou melhor o GDB, aliás, na primeira parte só deu Bragança. Passe de Tiago André a isolar Litcha e estava feito o primeiro. Depois veio o momento do jogo, um enorme golo do melhor jogador da partida, e do Bragança - Tiago André. Até ao final da primeira parte, o Macedo tentava responder, mas era impotente para a bem estruturada equipa brigantina.

A segunda parte começou logo com a expulsão de um jogador do Macedo, e logo aí pensou-se que o jogo estava decidido. A jogar com dez, o Macedo transfigurou-se. Os brigantinos ainda fizeram o terceiro por intermédio de Badará, na marcação de uma grande penalidade discutível, mas continuava a dar só Macedo. Remetendo os de Bragança lá para trás, reduziram para três bolas a duas e se marcassem o terceiro ninguém ficaria surpreendido.

Mas as grandes equipas também têm que saber sofrer, e o Bragança soube fazê-lo e conseguir uma preciosa vitória, perante o seu público e diante de um histórico rival, que está a fazer um belo campeonato e que tem uma bela equipa e um excelente treinador.

No final fica a pergunta, porque é que o Bragança, a jogar bom futebol, está o lugar em que está?! Porque hoje as bolas entraram e marcamos mais golos que o adversário, apenas isso!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário